8 sintomas do diabetes para ficar de olho

6 minutos para ler

A diabetes é uma doença crônica desenvolvida devido à impossibilidade de o organismo controlar a quantidade de glicose no sangue. Ela é causada por problemas relacionados à produção ou absorção da insulina pelo corpo, que é o hormônio responsável por regular a glicose na corrente sanguínea.

Contudo, a doença é conhecida por se desenvolver silenciosamente ou apresentar algumas manifestações simples, que nem sempre geram preocupação. Exatamente por isso, é fundamental conhecer quais são os sintomas da diabetes e investir nos exames preventivos.

A doença conta com diferentes formas de manifestação (tipo 1, 2 ou gestacional), mas apresenta algumas características em comum. Neste conteúdo, listamos os 8 principais sintomas aos quais você deve ter atenção. Continue a leitura e saiba mais!

1. Urinar excessivamente

Quando o organismo não consegue usar a glicose corretamente, ele busca outras fontes de energia — os estoques de gordura — e gera o acúmulo de substâncias chamadas “corpos cetônicos”. Elas tornam o sangue ácido e resultam em diversos sintomas da diabetes. A urina em excesso, chamada de poliúria, principalmente no período noturno, é um desses sinais.

Isso acontece porque o corpo tenta eliminar o excesso de açúcar que está no sangue, o que é feito por meio da urina. Como consequência, o paciente vai diversas vezes ao banheiro.

O mesmo pode acontecer pela dificuldade que os rins encontram para reabsorver toda a glicose filtrada, já que o corpo não conseguiu utilizá-la para produzir energia. Como consequência, ela é eliminada com uma grande quantidade de água pela urina.

2. Aumento do apetite

Como a diabetes se manifesta pela dificuldade que o organismo tem em produzir ou utilizar a insulina para produzir energia com a glicose do sangue, isso faz com que o corpo pense que isso foi causado pela falta de alimento.

Dessa forma, o paciente com diabetes costuma ter mais vontade de comer — a polifagia. O problema é que, ao aumentar a ingestão de comida, o paciente também aumenta os níveis de açúcar no sangue, piorando os demais sintomas da diabetes.

Um ponto importante é que esse aumento de apetite também pode vir acompanhado da perda de peso, devido às dificuldades que as células do organismo encontram para funcionar normalmente com a falta de glicose — o que resulta na queima de gordura e massa magra para produzir energia.

3. Sede constante

A boca seca ou a sede constante, chamados de polidipsia, é um sintoma comum, causado pelo acúmulo de corpos cetônicos no sangue. Como o corpo produz mais urina, isso significa que o organismo perdeu bastante água.

Assim, a sede surge como uma necessidade de repor os líquidos perdidos em excesso. Porém, o ponto de atenção é quando, mesmo ingerindo água, você continua com a sensação de boca seca.

Vale ressaltar que a poliúra, a polifagia e a polidipsia são conhecidas como os “3 Ps” da doença, por serem os três principais sintomas da diabetes. Portanto, ao identificá-los, é fundamental procurar suporte médico para fazer os exames e identificar o motivo dessas alterações no organismo.

4. Visão embaçada

Quem apresenta a visão turva ou embaçada, com dificuldades para enxergar, sem ter problemas de vista diagnosticados, precisa ter atenção. Esse sintoma pode acontecer devido a uma inflamação nos olhos, que pode ser causada pelas altas concentrações de glicose no sangue.

Portanto, diante dessas ocorrências, mesmo quando você está de óculos ou lentes, agende uma consulta para conferir se há alterações na sua visão e se o sintoma é uma consequência da diabetes.

Normalmente, o controle do nível de glicose, aliado a uma alimentação saudável e à adoção de cuidados médicos, costuma ser suficiente para normalizar a visão. Por outro lado, deixar de fazer o tratamento adequado pode causar a cegueira.

5. Formigamento nos pés ou nas mãos

Os altos níveis de glicose podem causar danos aos nervos e aos vasos sanguíneos, pois dificulta a circulação do sangue. Por isso, um dos sintomas da diabetes é a sensação de formigamento nos pés ou nas mãos.

Isso acontece porque essas são as áreas mais distantes do coração, então, sofrem primeiro os impactos da falta de circulação. Da mesma forma que a visão embaçada, esse sintoma é tratado facilmente com o controle da glicose no sangue, mas o diagnóstico da doença é fundamental para identificar os melhores tratamentos.

6. Infecções frequentes

Com o acúmulo de glicose no sangue, o corpo encontra mais dificuldades para reagir aos distúrbios do organismo. Como consequência, ele fica mais exposto a infecções e tem mais dificuldades para combatê-las.

Esse é um sintoma da diabetes difícil de ser identificado, mas pode ser observado pelo médico durante o atendimento para tratar as infecções, já que ele avalia a evolução do paciente e também perguntará sobre problemas de saúde anteriores.

No entanto, se você não costuma ter esses problemas e notou que eles estão mais frequentes ou percebeu maior dificuldade na recuperação, principalmente em infecções de urina ou na pele, vale a pena fazer os exames de diabetes.

7. Cicatrização lenta

Uma consequência grave da má circulação do sangue gerada pela diabetes é a cicatrização lenta. Se você perceber que as feridas não estão mais cicatrizando com a mesma velocidade ou não apresentam sinais de melhora, esse pode ser um sinal da doença.

Ao identificar esse sintoma, é fundamental procurar atendimento médico com urgência para que sejam tomadas as medidas necessárias em relação ao ferimento, além da realização dos exames necessários para diagnosticar a diabetes.

Isso é fundamental para reduzir os riscos de exposição a bactérias e infecções que, se não tratadas, podem levar a outras complicações, como a amputação.

8. Fadiga ou fraqueza

Em alguns casos, o acúmulo de corpos cetônicos também pode resultar em fadiga ou fraqueza no paciente por causa da perda de líquidos e queima das reservas de gordura. Além disso, esse também é um resultado comum da falta de energia gerada pela não utilização da glicose.

Isoladamente, esse é um sintoma que pode indicar outros problemas simples, inclusive relacionados à alimentação ou à rotina. Porém, aliado às outras condições listadas, pode ser um indício importante dessa doença.

Entender os sintomas da diabetes é fundamental para prevenir a doença, então, ao identificar qualquer um deles, procure um médico. A doença pode causar problemas no coração, nas artérias, nos rins e nos nervos. Assim, a falta de tratamento aumenta os riscos de complicações e, em casos mais graves, pode levar à morte.

Achou o conteúdo interessante? Agora que você conhece os sintomas da doença e a importância da prevenção, agende uma consulta médica e cuide da sua saúde!

Posts relacionados

Deixe um comentário