síndrome do intestino irritável síndrome do intestino irritável

Tem síndrome do intestino irritável? Entenda como se alimentar corretamente

6 minutos para ler

A síndrome do intestino irritável (SII) não tem cura, mas pode ser controlada com a alimentação saudável. A dieta recomendada vai variar de pessoa para pessoa e deve ser orientada por um médico ou nutricionista. Alguns profissionais podem orientar que o paciente faça um diário de refeições. A partir dele, é possível identificar quais alimentos estão relacionados a quais sintomas.

Neste artigo, explicaremos o que é a síndrome do intestino irritável, seus principais sintomas, causas e tratamentos. Em seguida, listaremos os principais grupos alimentares que podem agravar o problema. Por fim, daremos dicas de alimentos que podem ajudar a manter a saúde do intestino.

É importante frisar que este artigo não tem a intenção de substituir a consulta com um profissional. Por isso, se persistirem os sintomas, agende uma consulta online. Ciente dessa questão, aproveite a leitura!

O que é a síndrome do intestino irritável?

A síndrome do intestino irritável é uma condição em que o intestino fica inflamado e apresenta contrações irregulares. Isso acontece toda vez que o paciente ingere determinados grupos de alimentos. Os sintomas principais são a diarreia ou a prisão de ventre, gases, arrotos, desconforto na barriga e mudanças no humor. Eles aparecem principalmente depois das refeições.

A doença atinge 2 vezes mais mulheres do que homens, e as causas não são bem conhecidas. Apesar disso, hoje se sabe que os hábitos de vida, a saúde emocional e a alimentação influenciam bastante no surgimento da doença. Não é possível detectá-la por meio de exame de sangue ou ultrassom. O diagnóstico é feito com o relato dos sintomas, que devem se repetir por cerca de 3 meses.

Como a síndrome não tem cura, os tratamentos existem apenas para aliviar momentaneamente dores e desconfortos. Em alguns casos, somente a mudança da dieta será suficiente. Já em outros, o médico poderá recomendar o uso de medicamentos para diarreia ou prisão de ventre, analgésicos e antidepressivos. Como a doença tem relação com o estado emocional, o acompanhamento psicológico também pode ajudar.

Quais alimentos devem ser evitados para quem tem SII?

Como dito acima, a dieta adequada varia de acordo com cada paciente. Entretanto, existem alguns alimentos que fazem mal para a saúde em geral e devem ser evitados.

Principalmente para quem tem a síndrome do intestino irritável, os itens que elencaremos a seguir são bastante prejudiciais. Eles têm um efeito inflamatório no organismo e irritam a mucosa intestinal (tecido sensível que reveste o interior do órgão). Veja quais são.

Comidas gordurosas

As comidas ricas em gorduras saturadas — popularmente conhecidas como “gorduras ruins” — são de difícil digestão. Elas sobrecarregam o intestino, causando gases, inchaço na barriga, prisão de ventre ou diarreia. Alguns exemplos são:

  • frituras;
  • embutidos (salsicha, linguiça, presunto, bacon);
  • carnes vermelhas.

Laticínios

Além de serem gordurosos, os laticínios contêm um açúcar chamado “lactose”, que também é inflamatório e causa alergias. Eles não são bem absorvidos pelo intestino e, por isso, sofrem fermentação. Nosso intestino funciona com a ajuda de bactérias boas, a chamada “flora intestinal”. A fermentação causa um crescimento no número de bactérias ruins, que atrapalham o trabalho das boas.

Alimentos com glúten

O glúten é uma proteína encontrada em cereais, a exemplo do trigo, do centeio e da cevada. Quem tem síndrome do intestino irritável deve evitar o consumo de massas, doces e qualquer tipo de alimento à base desses ingredientes. Quando chega ao intestino, o glúten forma uma “cola” que gruda às paredes do órgão. Isso causa inflamações e dificulta a absorção de outros nutrientes.

Álcool

O alcoolismo não tem relação direta com a síndrome do intestino irritável, mas pode piorar os seus sintomas. O motivo é que o álcool altera a flora intestinal, causando diarreias. Ele também atrapalha na absorção de nutrientes. Além de tudo, o uso excessivo de bebida alcoólica afeta o organismo por inteiro.

Açúcares

Sabemos que o açúcar branco (ou refinado) é um vilão para a saúde. Seu consumo é muito danoso para o intestino. Assim como os itens descritos acima, ele é altamente inflamatório, prejudica a flora intestinal e agride as paredes do intestino. Experimente substituir o açúcar branco pelo mascavo, ou por melado, stevia ou açúcar de coco.

Alimentos que provocam movimentos intestinais

Apesar de não conterem substâncias que irritam o intestino, alguns alimentos têm efeito laxativo. Eles provocam movimentos que geram a expulsão do conteúdo fecal. Isso pode ser um problema para quem tem a diarreia como principal sintoma da síndrome do intestino irritável. Entre os alimentos estão o café e a ameixa.

Quais são os melhores alimentos para quem tem síndrome do intestino irritável?

Veja agora quais são os alimentos que podem ajudar a aliviar os sintomas da síndrome do intestino irritável.

Verduras

As verduras são ricas em fibras, que ajudam no trânsito intestinal e na formação das fezes. Por isso, recomenda-se incluir na dieta vegetais folhosos como couve, alface e espinafre. Mas atenção: se o sintoma principal é a diarreia, dê preferência para legumes com amido, como a batata e a cenoura.

Frutas sem casca

As frutas também contêm muitas fibras e são de fácil digestão. Algumas pessoas não reagem bem a algumas delas, como melancia, manga e maçã, mas isso deve ser avaliado individualmente. Veja exemplos de frutas que podem ser consumidas: banana, coco, laranja, limão, uva e abacaxi.

Alimentos ricos em gorduras boas

Alguns alimentos são ricos em gorduras boas e ainda contribuem para o bom funcionamento do intestino. São eles:

  • oleaginosas (castanhas e nozes);
  • amendoim;
  • sementes (linhaça, chia, girassol);
  • abacate.

A síndrome do intestino irritável é uma doença que pode acompanhar o paciente pelo resto da vida. Apesar disso, a mudança de hábitos alimentares é uma saída para a melhora dos sintomas. Comidas ricas em gorduras saturadas e carboidratos refinados fazem mal para o intestino e o organismo em geral. Já as frutas, as verduras e as castanhas são ricas em fibras e nutrientes que contribuem para um intestino saudável.

Se você está sofrendo com alguns dos sintomas listados aqui, ou tem mais dúvidas sobre essa e outras doenças, não perca tempo: agende a sua consulta totalmente online!

Posts relacionados

Deixe um comentário