aparelho fixo aparelho fixo

Descubra quais as características do aparelho fixo e quando é usado

6 minutos para ler

O desejo de corrigir os dentes para ter um sorriso mais bonito é comum a muitas pessoas. Seja para melhorar a autoestima, aumentar a qualidade de vida ou resolver problemas de saúde decorrentes dos dentes tortos ou do desalinhamento da arcada dentária, o tratamento ortodôntico é uma solução eficiente para quem quer acabar de vez com a vergonha de mostrar os dentes ao dar um sorriso largo ou uma boa gargalhada.

Hoje, esse tratamento é mais acessível e há uma infinidade de tipos de aparelhos ortodônticos disponíveis — a escolha depende da avaliação do dentista conforme o caso. Neste post, vamos falar sobre o aparelho fixo. O objetivo é entender como ele funciona, as indicações e as suas principais características. Vamos lá?

O que é o aparelho fixo?

O aparelho fixo é um recurso para o tratamento ortodôntico que tem a função de alinhar os dentes, seja por motivo estético — quando se busca a correção dos dentes para ter um sorriso mais harmônico — ou de saúde. Nesse último caso, os problemas na arcada dentária podem gerar transtornos maiores se não forem tratados, como dor de cabeça crônica, intercorrências gástricas e dificuldades respiratórias.

O tipo mais comum de aparelho fixo é aquele que, com o auxílio de uma estrutura composta por fio de aço ou metal e bráquetes (aquelas famosas peças quadradinhas que são fixadas nos dentes), é feita a movimentação dental de maneira gradual até chegar no resultado esperado e planejado pelo ortodontista. O aparelho é denominado como “fixo” porque não pode ser colocado e retirado conforme o desejo do paciente. Ao contrário do modelo móvel, não podemos tirá-lo para comer, por exemplo.

Como funciona o tratamento com o aparelho fixo?

O tratamento com o aparelho fixo é realizado em diferentes etapas. Primeiro, é feito o planejamento após a análise de exames de imagem e a avaliação clínica do profissional responsável. Depois, é realizada a instalação do aparelho e a movimentação dos dentes em direção ao posicionamento ideal.

Esse processo é mais demorado. O ortodontista, a cada mês ou intervalo de tempo determinado, define a pressão, regula a força e a tensão para provocar a movimentação desejada e uma futura remodelação óssea, o que envolve também a escolha do tamanho e calibre do arco de metal instalado sobre os bráquetes e preso às ligaduras (ou borrachinhas).

Por fim, chega-se à fase de contenção. É ela que manterá o resultado e evitará que os dentes voltem ao que eram antes, e seja necessário um novo tratamento. Assim, o paciente passa a usar um aparelho móvel feito sob medida e é feita uma manutenção regular — por meio de consultas com intervalo de tempo maior que o habitual durante a fase de movimentação para acompanhamento.

Quando ele é indicado?

aparelho fixo

Enquanto o aparelho móvel geralmente é mais indicado para o tratamento em crianças e adolescentes que ainda estão em fase de crescimento e para casos que necessitam de reparações mais leves e pontuais, o aparelho fixo é recomendado para pacientes de casos mais complexos e que demandam uma mudança mais drástica — como correção de mordida cruzada e abertura de arcada, por exemplo.

Quais as principais características do aparelho fixo?

Já compreendemos as especificidades e funcionalidades do aparelho fixo, suas indicações e a maneira como é realizado o tratamento. Veja a seguir as principais características relacionadas ao uso dessa modalidade de aparelho.

Tipos de aparelho fixo

Entre os aparelhos fixos para alinhamento, existem hoje alguns modelos disponíveis, que podem ser escolhidos conforme a orientação do dentista. Confira:

  • metálico ou convencional: é o mais tradicional, com a composição dos bráquetes em metal; aquele que temos em mente quando o assunto é aparelho fixo;
  • estético: nesse tipo, a estrutura é a mesma do aparelho convencional, mas o material utilizado nos bráquetes é transparente, o que deixa o sorriso com o aparelho mais discreto; podem ser feitos de policarbonato, safira ou porcelana;
  • autoligado: esse modelo dispensa o uso das borrachinhas, já que o fio se conecta diretamente ao bráquete por meio de um mecanismo de abre e fecha; a aparência pode ser tanto do modelo convencional, de metal, quanto do estético.
  • lingual: a instalação do aparelho é feita na parte interna dos dentes, próximo à língua; a principal vantagem desse tipo é a estética, já que o aparelho não fica aparente.

Cuidados necessários

O uso do aparelho fixo exige disciplina com a limpeza e alguns cuidados especiais. Alimentos mais duros ou de textura pegajosa devem ser evitados, já que podem danificar o dispositivo. É preciso também levar a sério as consultas de manutenção. Elas garantirão a eficácia do tratamento e permitirão o conserto rápido de peças que porventura venham a quebrar.

Higienização

O cuidado com a higiene bucal deve ser redobrado. As escovações precisam ser mais frequentes, assim como o uso do fio dental. Existem produtos especiais para isso, como a escova interdental e o passa-fio, que auxiliam a higienização. Além disso, é importante fazer limpezas mais profundas com o dentista clínico de maneira mais recorrente para evitar cáries e outros problemas odontológicos.

Manutenção

Como vimos, é feita uma manutenção periódica do aparelho durante todo o tratamento durante as consultas com o dentista, que geralmente acontecem a cada três ou quatro semanas. Após a finalização, há a manutenção na fase de contenção.

Tempo de tratamento

O tempo de duração do tratamento só pode ser estimado e determinado pelo ortodontista. Isso varia de caso a caso. Por isso, ter paciência é fundamental. O recomendado é seguir todas as orientações e ter disciplina em relação às solicitações do profissional — como o uso do elástico ortodôntico, por exemplo, que ajuda na movimentação.

É indiscutível que o uso do aparelho fixo tem resultados comprovados há bastante tempo. No entanto, antes de partir para um tratamento ortodôntico, é importante pesquisar profissionais capacitados e boas clínicas odontológicas que ofereçam o tratamento com responsabilidade e garantam resultados eficazes e satisfatórios.

Afinal, caso o tratamento não seja levado a sério e com comprometimento profissional, há desperdício de tempo e de recursos financeiros. Nesse sentido, o AmorSaúde é uma ótima escolha, já que busca prestar um atendimento humanizado aos seus clientes, priorizando sempre a qualidade.

Agora que você já sabe tudo sobre o aparelho fixo, não adie mais o sonho do sorriso perfeito. Entre em contato conosco e agende já a sua consulta!

Posts relacionados

Deixe um comentário